terça-feira, 28 de julho de 2009


" Marinhas" óleos sobre tela , Clotilde S. 2003


Durante a nossa vida, muitos são os momentos em que podemos pôr em prática algum dos muitos dons com que nascemos. Por vezes, temos tendência para afirmar que não temos jeito para isto nem para aquilo e nem sequer tentamos.


Eu gosto de tentar, de experimentar, sabendo que não sendo a melhor em nada, pelo menos procuro dar o meu melhor em tudo o que faço. Fui educada assim e esse foi o exemplo que os meus pais me deram e que procuro sempre transmitir aos meus filhos.


O que me aflige são os passivos, os que tudo criticam sem nada fazerem. Com este tipo de pessoas tenho de exercitar a paciência, uma qualidade que me tem dado muito trabalho a adquirir. Apetece-me dizer-lhes como na publicidade "Mexa-se, pela sua saúde".


Todos temos uma ou várias missões, um ou vários dons, bençãos que Deus nos deu. É nossa obrigação dar uso a esses dons durante a nossa caminhada. Por nós. Pelos outros.






2 comentários:

Meri Pellens disse...

Amiga, tem uma frase que sempre digo: Deus ajuda quem se ajuda.
Que adianta se queixar e não tomar nenhuma atitude p resolver a situação em conflito? Pernas paradas não chegam a lugar nenhum. Ficar esperando oportunidades tbm não; temos que procurar criar as oportunidades e não esperá-las cairem do céu.
Querida, agradeço seu comentário e sua amizade profundamente.
Te amo muito! Bj.

Clotilde S. disse...

Meri,

Também há muito afecto por si no meu coração.

Um abraço longo de muito carinho e amizade, minha amiga do outro lado do oceano!

Clo